Pesquisar este blog

12 julho 2017

Boas Maneiras no Natal: A quem dar Presente?


O Natal é uma ótima oportunidade de mostrar o seu apreço por pessoas que lhe ajudaram ou foram especialmente amáveis com você durante o ano que passou. Eu fiquei especialmente agradecida ao pessoal da farmácia do meu bairro e levei uma lembrancinha para eles. Este ano um novo amigo, um prestador de serviço podem ser lembrados agora por ocasião do Natal.

Se você sempre deu uma boa gorjeta toda vez que utilizou os serviços do seu cabeleireiro, da sua massagista, entregador de compras, etc. bastará uma pequena lembrança agora pelo Natal. 

Mas se ao longo de todo ano não deu gorjetas, agora no Natal pode dar um presente. Tudo sempre acompanhado de votos, bem embalado, com pelo menos um "de - para". Evite qualquer coisa que possa parecer tratamento "em massa", despachar uma obrigação, etc., afinal o que se está celebrando é o amor e a fraternidade e nada mais oposto ao Natal que dar um presente por obrigação. Afinal, o que se dá no Natal são expressões de amor, fraternidade, consideração com os votos de Feliz Natal e bom ano Novo.

O presentinho é para tornar essa alegria mais uma surpresa, aumentar ou torná-la mais visível. O Natal não é sobre os objetos, Ipads, Iphones, tablets é sobre Cristo, sobre o nascimento do amor, sobre a renovação do nosso coração pelo amor e das nossas relações fraternas renovadas pelo Natal. Os objetos são dados apenas porque gostamos das pessoas e queremos expressar esse amor dando-lhes uma alegria. 

Por isso mesmo,  os presentes de Natal não deveriam ser "suntuosos" ou preocupados em suprir a ansiedade por felicidade porque só o amor dá felicidade. Pequenos presentes dados com muito amor, carinho e atenção, expressos no sorriso, no abraço, no afeto com que são embalados e encaminhados é o mais importante. As pessoas são o mais importante, não os objetos nem a comida.

Não incentive sua família e em especial os seus filhos ao consumismo ou à essa "frustração" porque não tem um brinquedo ou presente de luxo. E não pode haver bom Natal, que renove o amor dos corações e na família sem participação na vida religiosa desse momento. Qualquer promoter sabe que uma festa que tem vários "momentos", ou "climas" é mais intensa.

Por isso participe da Missa do Galo, faça a ceia e depois distribua os presentes, sem se esquecer de incluir algum gesto generoso como receber alguém que está isolado. Isso só tornará o seu Natal melhor. Nada de ceder e dar os presentes antes da hora nem tenha medo de exigir algum momento de oração e quem sabe uma confissão para bem preparar o Natal como está pedindo o Papa. 

Nesta época do ano também é oportuno reconhecer pessoas como médicos, professores particulares, personal trainers, pelo seu pároco e tantas outras pessoas que durante o ano todo nos foram agradáveis. Muitas vezes bastará um cartão de Natal bem bonito. Veja mais sobre cuidados com os cartões de Natal aqui. Enviar um telegrama com votos de Feliz Natal também é legal, se não houve tempo para o cartão de Natal.

É costume, também, enviar para algum pratinho de comida para quem está trabalhando nesta época do ano como postos policiais, de bombeiros e naturalmente escolhemos alguma ação beneficente para enviar algum auxílio para os festejos de Natal. Por exemplo, pode-se enviar um brinquedo para o Viva Rio

Os comerciantes que tanto lucram nesta época do ano deveriam usar o seu poder para promover alguma ação beneficente como recolher presentes, doar parte da renda de um produto para uma ação beneficente ou mesmo prestigiar seus clientes com algum detalhe. Bonitas embalagens é uma boa promoção. E esse tratamento massivo que permite o consumismo, mas não o detalhe é primitiva ganância. Ter quem embrulhe bem bonito os presentes ao invés de enfiar sacos muito feios em sacolas grandes retornando para o cliente a obrigação de embrulhar é parte do nosso atraso comercial. 

Este ano coloquei o selo comemorativo da visita
do Papa Francisco ao Brasil nos meus cartões de Natal.
Ficou um barato porque a mãozinha dele fica na direção do
nome do destinatário e parece que a está abençoando.
Em resumo, capriche nas suas expressões de amor.
(clique na imagem para ir para os Correios)
Não podemos nos esquecer dos que estão longe ou isolados e principalmente os doentes. Agir com verdadeiro espírito de Natal é promover o amor, o bem a fraternidade e não o consumismo. Em comunidades mais unidas promover reuniões onde excluídos possam ser integrados é muito mais importante que ganhar objetos. Lembre-se que a idosa solitária que você convidou terá uma felicidade por ser incluída na festa que poderá chegar ao céus e lhe voltar com bençãos que você nem imagina, vindas do aniversariante do Natal. O amor fica, dura até a eternidade, os objetos se gastam. Uma boa refeição entre amigos pode ser melhor que mil pequenos objetos. 

No trabalho seja generoso com seu amigo oculto. 

Por e-mail e por redes sociais também se pode manifestar o apreço pelas pessoas neste Natal, mas é desejável que seja uma manifestação minimamente personalizada no perfil da pessoa. Cartões gerais melhor que sejam "afixados" na sua própria página e dirigidos a todos que ali aparecem,  e não distribuídos como spam.

Qualquer que seja a sua forma de participar do Natal, esta é a hora de agradecer, valorizar e abraçar nossa família, amigos e conhecidos com quem convivemos bem no ano que passou. E não é preciso muito, um simples cartão de Natal, uma lembrança, uma participação carinhosa irá deixar as pessoas muito felizes e Deus irá abençoar a sua vida em sociedade. 

Envie esta postagem para seus amigos clicando num dos botões abaixo.

Postagens mais visitadas