Pesquisar este blog

04 julho 2017

Boas Maneiras e o Natal

  1. O aniversariante no Natal é Cristo e por isso participar da Missa do Galo é
    Natal
    fundamental. A Missa é o maior dos banquetes e a Igreja é a casa de Deus, assim que é parte principal das comemorações do Natal irmos à Missa do Galo ou do dia de Natal. Se preparamos uma boa confissão e comungamos no Natal, que aliás é uma das Missas obrigatórias para todo cristão, podemos ter certeza de que Cristo estará presente em cada um de nós nas nossas comemorações em casa. 
  2. Não deixe que providências sobre comida e organização da ceia impeçam alguém de participar da Missa do Galo. Organize tudo para que todos possam participar da Missa de Natal: crianças, parentes, visitas, idosos e os que vieram auxiliar com o serviço da casa. 
  3. O espírito de Natal também pede uma oração antes da ceia.
  4. A melhor preparação para o Natal é uma boa Confissão
  5. Evite reaproveitar presentes oferecendo-os a outras pessoas. Isso é muito feio. 
  6. Sempre demonstre com um belo sorriso de surpresa, com um agradecimento e um abraço talvez um presente que acabou de receber. Lembre-se que a pessoa teve trabalho procurando, embrulhando, gastando com ele. Jamais, jamais reclame ou faça caras de desapontamento ou comentários depreciativos. Muito comum em crianças e adolescentes mimados.
  7. Não se faça de mártir comprando presentes para todos e não tendo debaixo da árvore nada para você esperando que todos lhe digam "coitada". Se o seu marido não tem esse detalhe, ajude-o e tenha um belo presente para você mesma na árvore. Todos vão gostar de participar da sua alegria. 
  8. Não deixe ninguém de fora: enteados principalmente. Não faça diferença entre famílias, entre filhos, entre irmãos entre pais na hora de presentear. Este não é o espírito de Natal. 
  9. O espírito de Natal exige que você cumprimente a todos amavelmente: na paróquia, nas reuniões em família. Seja especialmente cooperativo. Perdoe ou releve. Ensine seus filhos a participar e não a apenas esperar serem servidos de presentes e atenções. 
  10. Combine com os familiares com antecedência os presentes, os cardápios, os horários, o modo de apanhar ou levar os idosos ou os isolados. Tudo de tal forma que ninguém fique sobrecarregado na hora das comemorações. 
  11. Prefira reuniões onde estão todos mais relaxados do que festivais de glutoneria com empregados ou donas da casa estafados e estressados.
  12. Não imponha seu estilo sobre os demais. Por exemplo, não exija que os presentes sejam abertos antes da ceia se a família de sua nora que vem pela primeira vez na sua casa tem outro costume. 
  13. Em geral brigamos muito por nossas manias e muitas vezes trocamos o essencial pelo secundário e deixamos de ir à Missa do Galo de Natal, mas exigimos tal ou qual comida. 
  14. Não imponha a bagunça e a energia das crianças aos idosos. Tenha um espaço mais calmo reservado para os idosos e exija respeito das crianças para com os mais velhos também durante as festas.
  15. Não se esqueça dos parentes isolados e sozinhos. Convide-os para suas comemorações.
  16. Não se pode esquecer o pároco nas suas comemorações. Envie-lhe um cartão, um óbulo de Natal para seus trabalhos assistenciais, um presente, conforme a sua proximidade com os padres da sua paróquia.
  17. Dê gorjetas equivalentes a no mínimo uma semana de trabalho aos prestadores de serviço que lhe serviram durante todo o ano: babás, acompanhantes, empregadas domésticas, faxineiras. 
  18. Aos professores só os professores primários se lhes pode enviar um presente.
  19. Escolher bem um presente é de muito bom tom. E cabe lembrar que o espírito de Natal não pede necessariamente presentes caros. O certo seriam pequenos presentes porque a alegria maior é a presença de Cristo e os presentes são apenas meios de expressar essa algria e não um fim em si mesmos.Se todos nos dermos perdão, sorrisos, companhia, carinho, reafirmação, apoio, elogios, alegria, beijos, abraços, o presente é apenas mais um destes itens que querem expressar o bem maior que é viver verdadeiramente o espírito de Natal.
  20. Enfim, coloque a sua categoria humana no seu presente: pela escolha, pela propriedade, pela bonita embalagem, pelo detalhe de carinho, pelo cartão que o acompanha, e ele será maior do que o mais caro dos presentes. Mas isso não se confunde com dar um artesanato próprio para o gosto do seu clube de senhoras para uma criança pequena. Você quer alegrar uma pessoa e não livrar-se de um encargo, economizar de modo mesquinho ou se livrar dos seus trastes.
  21. Não permita que opções como viagens não urgentes impeçam que a família se reuna no Natal. Faça questão da presença de todos. 
  22. Muitas pessoas se sentem tristes no Natal porque estão sós, porque já estiveram em famílias maiores, porque estão longe ou porque compraram a ideologia errada e pensam que tem razão para deprimirem-se ante as alegrias do Natal. 
  23. Nada disso é motivo para enfurnar-se, isolar-se e muito menos para participar da festa dos outros de má vontade. A vida é maravilhosa e enquanto estivermos aqui devemos aproveitar a vida da melhor maneira e reinve
  24. Treine umas músicas de Natal com seus filhos para fazerem uma bonita apresentação em familia. (partituras de Músicas de Natal). Ou quem sabe queiram fazer um vídeo sobre o Natal. 
  25. Não deixe de montar sua árvore de Natal e o seu presépio em casa. 
  26. Ensine seus filhos sobre os símbolos e o significado do Natal enquanto os faz participar da decoração e de todos os preparativos, como por exemplo ajudar a escolher o presente do irmão ou da avó de modo que ele entre verdadeiramente no espírito de Natal. 
  27. Não deixe de fazer um gesto bonito no Natal: 
    1. se você vê uma coleta na paróquia, no shopping dê um pouco. 
    2. Se você tem coisas que não usa mais às ofereça para alguma ação caritativa. 
    3. Doe sangue. 
    4. Avise seus parentes que é doador de órgãos. 
    5. Doe alimentos para pessoas carentes.
    6. Seja madrinha de uma criança no Natal.
    7. Distribua brinquedos ou presentes em áreas carentes ou orfanatos.
    8. Faça uma visita a um asilo ou a um doente ou idoso que não sai mais de casa, gratuitamente, com tempo, com um presente de Natal. 
    9. Leve seus filhos para entregar na véspera ou no dia do Natal um prato de rabanadas a quem está, nessa data, de plantão nos hospitais, na delegacia, no posto de bombeiros. 
    10. Convide toda sua família a participar desses gestos.
Veja significado dos símbolos do Natal no datashow Símbolos do Natal do Vida em Sociedade. Quanto mais sua família compreender o verdadeiro significado do Natal, mais intensa será a renovação de amor destas comemorações e melhor o resultado de amor e paz sobre todos. Expectativas baseadas somente sobre presentes em geral só preparam para mais presentes e mais gastos. 

Obrigado por compartilhar esta postagem.

Postagens mais visitadas