27 julho 2017

Boas Maneiras: Churrasco

Planeje seu churrasco para oferecer conforto aos seus convidados como em qualquer outra festa. O excesso de informalidade que torna os convidados participes dos atrasos e do serviço é cansativo para os convidados e ameaça o sucesso do encontro.

  1. Providencie lugares para todos se sentarem com conforto.
  2. Tenha suficiente carne e bebida para todos.
  3. Deixe tudo pronto com antecedência.
  4. Tenha todo material descartável que vai precisar como copos descartáveis, guardanapos, talheres em quantidade suficiente e bem bonitos, se possível combinando com a decoração.
  5. O churrasco deve estar pronto quando os convidados chegarem, Um churrasco em que se fica esperando duas horas por uma carne ficar pronta ou que se serve mal passado tudo é pouco agradável.
  6. Informe aos seus vizinhos que vai haver um pouco de fumaça de churrasco. E se for o caso os convide para evitar queixas.
  7. Alegria não é o mesmo que descontrole ou barulho. Não promova música alta, histeria por consumo de bebida alcoólica, nem vulgaridades a pretexto de promover a alegria. Prefira jogos em grupo. 
  8. Tenha uma opção para as dietas especiais dos seus convidados como ter frango para quem não come carne.
  9. Tenha bastante bebida bem gelada, de preferência de frutas frescas. A cerveja não deve ser consumida em grandes quantidades como se fosse água ou refresco. Bebidas alcoólicas devem ser consumidas com moderação. 


"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "