Pesquisar este blog

25 junho 2017

Dicas Boas Maneiras ao Corrigir, Criticar ou Dar Feedback

  1. Leve em conta os sentimentos, a capacidade e a idade da pessoa que você vai criticar ou corrigir.
  2. Reconheça sempre o que fizeram de bem e aponte as correções e as críticas como melhorias do esforço necessário para chegar aonde o corrigido almeja, 
  3. Jamais use a crítica ou feedback como uma maneira de sentir-se superior e muito menos para se "vingar" ou destruir o corrigido. 
  4. O objetivo de uma crítica não é mostrar o quanto você sabe; É para ajudar o escritor, aluno, funcionário a expandir seu potencial. O melhor feedback deixa o corrigido sentindo um novo despertar.
  5. Em tudo que formos corrigir podemos reconhecer pontos fortes e fracos. Ante se corrigir não deixe de mencionar algum ponto forte ou positivo. Isso é especialmente importante na correção dos filhos. E não vale mencionar um ponto forte pouco relacionado com o que vai corrigir. " - Você é bonito meu filho, mas não arruma seu quarto." Talvez fosse melhor dizer " - Você que é tão inteligente para montar seus jogos, vai se beneficiar de saber arrumar seu quarto."
  6. Mantenha a correção no erro e não na pessoa. " - Você conhece bem este assunto, e não seria bom que as pessoas deixassem de ouvi-lo falar porque você fala baixo."
  7. Faça uma correção o mais correta possível: verifique a sua informação no dicionário, tome notas, leia mais de uma vez, confira a informação no manual da empresa, leia tudo até o final, enfim, faça o trabalho de corrigir o mais corretamente possível e não de forma precipitada e emocional.  Sua informação será melhor absorvida pelo aluno se ele perceber o seu empenho. Ao ressentir-se de uma crítica passamos a criticar e a não gostar de quem nos critica. E se você deu só uma olhada no trabalho, mais lenha teremos dado para alimentar a bronca estudantil. Se não pode fazer um trabalho esmerado, não dê o feedback. Não se esqueça que a sua crítica é sobre qualidade e, portanto, sua crítica deve exemplificar a qualidade sugerida.
  8. Em algumas formas de feedback será útil dar exemplos para ficar mais claro em que melhorar. Alguns feedbacks não são absorvidos porque sua correção pareceu pontual. Ou seja, o aluno entendeu que aquele erro foi apenas naquela prova e não que ele não compreendeu bem a Revolução Francesa. Deixe claro que tipo de erro foi e como melhorá-lo atravé de uma conversa amena, mas clara. 
  9. Corrigir não é revisar. Em muitos casos apenas indique o sentido geral da melhora ou apenas dê uma ideia e não assuma para si o problema da falta de conhecimento do aluno, por exemplo. 
  10. É preciso elogiar antes de criticar, isso é sabido. Mas elogiar, criticar e depois elogiar de novo pode ser contraproducente porque o criticado fica tão consolado que não age sobre o erro. Basta elogiar, sempre primeiro, e depois fazer a correção.
  11. Toda vez que se contradiz uma pessoa podemos desagradá-la. Mas podemos e devemos amenizar os efeitos ácidos da crítica pela diplomacia. Ao invés de dizer que o palestrante não parou de coçar-se e regurgitar enquanto falava parecendo um porco, podemos dar o feedback de forma mais diplomática. Por exemplo, podemos enfatizar o quanto foi importante para o público o tema da palestra. E em seguida dizemos que não gostaríamos que mensagem tão importante fosse perdida porque o público ficou prestando atenção nos movimentos de incômodo do palestrante.  É possível ser direto e objetivo na crítica sendo diplomata no modo de falar o que geralmente tem um efeito à mais de incentivo à melhora e evitamos a desconsideração da crítica ácida. 
  12. Outra boa maneira de levar a crítica a bom termo é fazendo muitas perguntas. Essas perguntas devem levar à compreensão do erro cometido. Por exemplo: Você acha que teria uma maneira de informar as datas deste documento em forma de lista? Acha que este parágrafo poderia ser mais curto?
  13. Uma montanha de correções pode ser esmagadora e desestimulante e não deve ser isso o que se almeja quando se corrige, critica ou dá feedback. Por isso se for o caso de muitos erros escolha os mais importantes e pense em outra forma de ajudar o seu aluno a melhorar seu desempenho.

Obrigado por compartilhar esta postagem.

Postagens mais visitadas