10 março 2015

Boas Maneiras e o Uso de Acessórios

  1. Trate suas jóias e bijuterias com carinho de modo a prolongar a vida útil da peça, limpando-as regularmente conforme as instruções do fabricante. Evite que suas jóias e mesmo bijuterias tenham contato com detergentes, perfumes,  cremes ou produtos de maquiagem que possam estragar as peças. Deixe secar os produtos como perfumes antes de colocar suas jóias.
  2. Pode ser muito elegante usar jóias de bom gosto mas de tipos diferentes não combinando necessariamente entre si. Para isto dar certo é preciso que as peças sejam boas. Por isso invista em peças de melhor qualidade ainda que tenha poucas. 
  3. Não use conjuntos de colar, brincos e pulseira. 

Brincos

  1. Brincos de pequenas pedras preciosas, argolas simples e pequenas e pingentes delicados são sempre opções elegantes e prática para brincos. Prefira ter poucas peças, mas de melhor qualidade. Com os anos as peças muito baratinhas e simplórias como plástico e metal devem ser abolidas e não muito depois dos 20 anos. Evite encher-se de moda barata e passageira. 
  2. Se você tem rosto redondo ou rechonchudo use bringos mais longos, mas sem exageros. Os brincos sempre diminuem de tamanho com o passar dos anos. 

Pulseiras e Relógios

  1. Prefira jóias e adereços diretamente sobre a pele (em vez de sobre a roupa) para um visual mais feminino. Prefira as pulseiras com movimento às “escravas”, por exemplo. 
  2. Use sempre um relógio de boa qualidade. 
  3. Para dar um visual mais informal a uma roupa mais profissional em vez de usar uma bijuteria como a própria para o trabalho que pede uma peça apenas vistosa e quase mais nada, talvez só o relógio, substitua por jóias mais personalizadas, de uso mais pessoal. 

Encharpes, Lenços, Colares, Pendentes

  1. Nunca use lenços ou encharpes sobre camisas de gola rolê. 
  2. Se você tem busto grande não use um pendente que vá até a separação dos seios. 
  3. Se você tem pescoço curto evite os colares de muitas voltas ou muito curtos, ou modelo gargantilha. 
  4. Para o dia a dia colares de contas, coloridos e outras peças grandes podem ser a opção prática para “vestir-se” rapidamente. Mas se peça é grande e colorida, somente ela. Se pequena pode ser posta mais de uma peça. 
  5. Prefira jóias e adereços diretamente sobre a pele (em vez de sobre a roupa) para um visual mais feminino. Prefira as pulseiras com movimento às “escravas”, por exemplo. 
  6. Uma correntinha sem pingente pode ser um adereço muito feminino, mas cuidado para, ao tentar parecer delicada apenas “sujar” a aparência com pequenas coisas inexpressivas, com caquinhos. Considere seu porte para escolher. Mulheres pequenas, pequenos acessórios e, para mulheres grandes, acessórios maiores mas sempre poucos. Mulheres de tamanho comum: quase qualquer coisa, mas também se evitam os excessos de quantidade exageros da moda.

Bolsas

  1. A bolsa revela sua personalidade feminina. Já não há mais a obrigatoriedade de que bolsa e sapato e até o cinto sejam da mesma cor e material mas a combinação ainda tem que ter um certo critério de bom gosto. Palha com couro cru por exemplo. 
  2. Durante o dia use as bolsas maiores, sacos e mochilas porque são mais esportivas e ficam melhor num look esportivo. À noite use bolsas menores, mais estruturadas e de materiais mais nobres. 
  3. Pedrarias, fivelas trabalhadas ou pedras,  são mais usadas à noite ou compondo um visual totalmente fashion.
  4. Detalhes como correntes de alças e fivelas douradas ou prateadas mais vistosas não devem brigar com a bijuteria. Tente harmonizar os acessórios e prefira cintos e sapatos mais lisos.
  5. Colorido - bolsas em cores muito vivas requerem unidade de cor e tons mais fechados na roupa. E os sapatos, nesse caso, acompanham a roupa para não “gritar”. 
  6. Sapatos brancos – nem sempre pedem bolsa da mesma cor. Podem ser usados com bolsas de palha, juta ou outros materiais que combinem com a roupa. 
  7. Bolsas de verniz – são mais indicadas para o verão e estas sim, pedem sapatos e complementos iguais. Em tempo: verniz preto e bege são clássicos, enquanto que os super coloridos se prestam para modelos mais arrojados. 
  8. Modelos de bolsas - em plástico transparente, aramados ou tramados em malha aberta, geralmente deixam entrever o que está dentro. Para usá-los com charme, é imprescindível manter a ordem colocando objetos menores em pequenas e discretas “necessaires”.

Chapéu

  1. Experimente diferentes modelos antes de se decidir por um. 
  2. Use-o sempre que puder para proteger-se do sol e não apenas quando está na praia. 
  3. Não é preciso utilizar somente tipos esportivos como bonés. Também no dia a dia use um bonito chapéu e não apenas bonés. 

Óculos

  1. Não usar óculos escuros em ambientes fechados ou com luzes fluorescentes, ou à noite. Preferencialmente não converse com alguém usando óculos escuros.. 

Perfumes

  1. Sempre que for colocar perfume lembre-se de que, bastam duas gotas. Mesmo. E, no caso de spray, uma só aplicação, espalhando-o por pulsos e atrás das orelhas, onde a circulação é mais intensa e faz com que seja valorizado. 
  2. Se o perfume não cai bem na sua pele, se chega a cheirar mal quando em contato com a sua pele, considere a possibilidade de trocar de sabonete. 
  3. Clima tropical influi muito. De forma que, sempre que escolher um perfume importado, ou concebido tendo como referência países mais frios e invernos rigorosos, (como a França) lembre-se de perguntar se não existe uma versão eau de toilette, ou seja, a mesma fragrância em uma versão mais leve, para usar durante o dia. 
  4. Seu perfume não pode brigar com outros cosméticos - se possível, mantenha uma coerência de cheiros. Escolha desodorantes, loções pós barba tônicos para pele e hidratantes corporais inodoros ou da mesma linha. Se também forem perfumados o efeito pode ser desastroso. 
  5. No provador de papel: assim sua pele não ficará "contaminada" por vários cheiros diferentes que poderão atrapalha sua escolha. Há os fresquinhos como os cítricos, os mais sóbrios e clássicos amadeirados, os sensuais e ousados com base em especiarias (esses em geral são mais fortes e indicados para a noite) os suaves florais, os alternativos herbais e os modernos de frutas. 
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "