02 setembro 2014

Boas Maneiras no Teatro

  1. Um convidado para um camarote de teatro apresenta à pessoa que o convidou os que o vieram cumprimentar.
  2. Não fure fila.
  3. Não chegue atrasado.
  4. Em espetáculos evite as balas, o celular, o mascar chicletes. Se estiver com tosse não vá ao teatro.
  5. Seja sempre muito pontual. 
  6. Seja considerado com os outros de deixe-os passar levando-se e encolhendo a sua cadeira para dar passagem mais facilmente. Mas se a apresentação já começou e mesmo assim chegou um retardatário, não se levante mas vire as pernas de lado para lhe dar passagem mais facilmente.
  7. Ao passar por outras pessoas para chegarmos ao nosso lugar devemos permanecer de cara para eles. E pedimos desculpas pelo inconveniente. Ou seja, não damos as costas para passar. Ao sair, sair com elegância, sem arrolar os demais.
  8. Roupas esporte fino. Para o teatro não existem, bermudas, chinelos, saias curtas e aquelas roupas com que você vai ao mercado. Maquiagem, saltos já que você vai ficar a maior parte do tempo sentada.
  9. Não saia antes de final da apresentação, enquanto ainda há pessoas no palco para evitar multidão na hora da saída.
  10. Se não sabe quando bater palmas espere que os demais aplaudam. Aplausos só no final do ato. Não exagere. Há hora para ovações, mas elas são raras. Tenha certeza de que uma área já terminou antes de bater palma.
  11. Não se expanda demais no seu "gosto" pela ária regendo no ar, fazendo caretas ou explicando e falando com quem está ao seu lado sobre aquela ária. Se isso é inevitável para você é melhor assistir a ópera em casa no DVD. Provavelmente a pessoa ao seu lado também tem o mesmo gosto e talvez compreenda a ária mais do que você. As expansões fáceis são sempre dos exibicionistas e em geral são sob as áreas mais populares das óperas. Os que realmente entendem sabem respeitar as condições ideais para bem apreciar um espetáculo e são discretos em sua apreciação da peça.
  12. Cuidar para não fazer ruído fora de hora.
  13. Desligar celulares, bips e alarmes de relógios. Não conversar. Não é tampouco ocasião de comer. Só se for indispensável.
  14. Não se deve sair no meio do espetáculo. Espere o intervalo

Ballet

Nos espetáculos de ballet se aplaude a entrada do maestro e algumas vezes um solo ou pas de deux.

Concerto
Nos concertos se aplaude quando entra o maestro e ao final. Também são esperados aplausos ao final de cada peça. Aplausos no meio de uma sinfonia atrapalham o aproveitamento da música. Veja aqui definições básicas para apreciar melhor os vários tipos eruditos.
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "