06 setembro 2014

Boas Maneiras na Hora das Enfermidades


  1. Espirrar e tossir com um lenço na boca. Lembre-se sempre disso quando estiver resfriado.
  2. Se estiver com alguma doença contagiosa como gripe, conjuntivite, etc não frequente lugares públicos, não dissemine a doença.
  3. Se estiver gripado não se chegue perto das pessoas para beijá-las. Fique de quarentena.

Hospitais

  1. Informe-se dos horários de visita e respeite-os. Respeite os ambientes de silêncio e as áreas reservadas para os fumantes.
  2. Se no quarto do hospital já estiverem várias pessoas lembre-se de que a situação não é para uma reunião social ou de grandes conversas. Pode ser de grande valia uma companhia em silêncio. Não permita mais do que três pessoas no quarto. Se já estava lá quando chegou alguém saia para o corredor e avise que estará aguardando aí fora, assim todos farão um rodízio. Muita gente cansa o doente.
  3. Se a conversa não fizer mal ao doente o melhor é levar-lhe notícias de fora, fale dos amigos com o objetivo de distraí-lo de suas preocupações. Ao retirar-se não esqueça de dizer palavras de ânimo expressões sinceras de pronto restabelecimento.
  4. Se não for possível visitar o doente no hospital não deixe de perguntar como ele vai e mandar seus sentimentos de solidariedade.

Consultas Médicas

  1. Na sala de espera cumprimente as pessoas que já estiverem aguardando e se pegar uma revista não desarrume todas elas.
  2. Chegar um pouco mais cedo antes ou pontualmente e leve todos os exames e o que mais possa ser necessário para a consulta.
  3. Responda as perguntas com precisão mas não se alongue para além do necessário. O médico tem outros pacientes para atender e talvez do que você esteja precisando falar não seja com um médico do corpo mas um médico da alma. Neste caso também uma visita de rotina pode ser providencial.
Coping with Chronic Illness: *Neck and Back Pain *Migraines *Arthritis *Fibromyalgia*Chronic Fatigue *And Other Invisible IllnessesSecond Chances: Top Executives Share Their Stories of Addiction & RecoveryManaging Your Recovery from Addiction: A Guide for Executives, Senior Managers, and Other ProfessionalsPain Recovery Workbook: How to Find Balance and Reduce Suffereing from Chronic PainThe Post-Traumatic Stress Disorder Sourcebook: A Guide to Healing, Recovery, and Growth

"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "