29 agosto 2014

Você tem estas Características da Pessoa de Boas Maneiras?

Ser cortês é a primeira manifestação da caridade, forma maior do amor e por isso devemos facilitar a vida do próximo:


1. Consolar os aflitos.

2. Não criar problemas de convivência.

3. Prestar pequenos serviços quando se ofereçam sem exigir retorno ou aplauso. 

4. Sorrir e atender a todos com amabilidade.

5. Cultivar o bom humor.

6. Transmitir aos que convivem conosco serenidade e alegria. 

7. Tratamos a todos bem: o chefe, o subordinado mais humilde, os nossos pares. 

8. Uma pessoa educada conhece suas limitações e qualidades e está certo do seu valor. E por isso em sociedade, está em todos os lugares sem sentir-se inferiorizado ao lado de quem lhe é hierarquicamente superior, nem sente necessidade de se sentir superior a ninguém. 

9. Uma pessoa educada está livre de toda forma de presunção, prepotência e preconceito. 

10. A pessoa educada não usa de fofoca e maledicência para alimentar suas vaidades prejudicando a vida em sociedade. Antes tem consciência de si mesma e dos seus sentimentos. 

11. A pessoa educada evita o exibicionismo e toda forma de adulação porque não é superficial. E do mesmo modo evita esses excessos de “tietagem” por celebridades de qualquer tipo porque é falta de caráter deixar-se levar pela fruição do deslumbre. 

12. Uma pessoa educada tem suas convicções religiosas, humanas, políticas aprofundadas e por isso não muda de opinião sobre temas fundamentais para agradar os demais. 

13. O que ele faz e oferece aos demais é proporcional ao que pode e é sem exageros e mentiras para sua exaltação ou promoção.

14. Não fala grosserias, palavrões, não procura escandalizar com tragédias, não faz jogos de malícia nem se entretém com suspeitas, ressentimentos e maledicências. Sua conversa versa sobre coisas boas porque seu coração é puro. 

15. Seus pensamentos são simples, claros e diretos, sem subterfúgios e segundas intenções porque o seu coração é reto. Ele se move para aquele objeto e não a este para obter aquele. 

16. Não faz discursos, nem fala futilmente e sem conhecimento de causa, mas antes faz o que deve e é exemplo de pessoa cujas palavras e gestos na vida em sociedade seguem a mesma direção, a direção do seu coração.

17. Seus modos, temperamento, impulsos, comportamento social e aparência são gentis porque seu coração também é gentil e está ordenado para o bem mais que para os impulsos de consumo e outros apetites. 

18. Seus amigos gostam dele pelas suas qualidades VISÍVEIS e reais e por suas boas maneiras. Seus empregados confiam em sua sinceridade e honestidade. 

19. As suas atividades tem uma elevação moral natural sejam seu trabalho, diversão, atividade beneficente e política jamais participando de diversões ou entretenimento vão nem gastando a vida apenas com comodidades e consumo. Antes se interessa pelas grandes questões dentro de seus limites.
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "