30 agosto 2014

Para ter Educação Humana é Preciso ter Educação Divina

Ser mais divinos para sermos mais humanos, esta deve ser a meta de quem quer ser realmente fino, educado, de grande valor humano.

Deus é que nos pode transformar, nos renovar através dos seus Sacramentos, da sua palavra, da oração, do seu amor. Às vezes não damos o devido reconhecimento a este renascimento que nos pode vir de Deus.

Hoje mesmo, agora mesmo Deus me está gerando, me sustentando me fazendo de novo. Acredito nisso? O maior dom que poderíamos possuir é que Deus nos fez seus filhos. Será que tudo continuariA igual na minha vida se eu tomasse consciência de que sou filho de Deus?

Mas não basta saber que somos filhos de Deus é preciso nascer de novo. Abrir-se para essa realidade que é a de ser filho de Deus. É preciso refletir nas minhas ações à luz da minha filiação divina.

Cristo veio ao mundo para nos tornar filhos de Deus. Qualquer esforço, só humano não é tudo. Nossa humanidade vai ganhando perfeição pela divinização do humano. Cristo é humano em tudo, é a divindade e é por isso que devemos aprender de Cristo a sermos um bom ser humano porque é através dele que o ser humano se torna melhor, divino.

Devemos portanto andar nesta vida com a segurança de quem se sabe filho de Deus. Viver com confiança em si mesmo, sossegado, sereno, firme, estar por cima das circunstâncias externas.

Nos Sacramentos o que deve acontecer é essa renovação pela divinização da nossa condição humana e essa renovação pelo divino nos dá segurança na vida.

Para termos sempre uma atitude segura, passar muito por cima das aflições, das inseguranças é preciso que estejamos bem seguros na mão de Deus. Viver com fé em Deus e abandonados em Deus. Nunca se deve abandonar a Deus.



Às vezes, diante de um problema, ou mesmo de uma vida muito regalada, se abandona a fé. E ao nos esquecermos de Deus, o que se vê são inseguranças, medos e aflições. Os vícios dominam o coração de quem está longe de Deus. É preciso andar nesta vida na certeza do amor de Deus por nós e isso significa viver segundo os ensinamentos de Cristo. 

Ter segurança em Deus. Se não a temos habitualmente temos que renascer. Se ainda não predomina o estado de segurança, temos que nascer de novo. Acorramos aos Sacramentos, à oração.

Deus deixou-se amar por duas pessoas muito jovens Maria e José. Comecemos esta semana por uma renovação em que nos tornemos filhos mais próximos de Deus.
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "