16 abril 2014

Boas Maneiras nos Elevadores


Boas Maneiras nos Elevadores

1) Não se fazem apresentações em elevadores.

2) Ao acompanharmos uma visita até o hall dos elevadores não devemos falar em voz alta nem segurarmos a porta do elevador até terminarmos de conversar.


3) Se o elevador tiver ascensorista é mais gentil dirigir-se a ele informando o andar que deseja ir e ao sair agradecer. Não se ignora o ascensorista. Sorrir e cumprimentar os vizinhos que se encontram no elevador. Não é preciso estabelecer animada conversa se não for o caso. 


4) As pessoas mais velhas e deficientes têm prioridade no acesso e na saída dos elevadores. De um modo geral, as mulheres têm a preferência para entrar e sair do elevador. Mas se para abrir caminho num elevador cheio o homem estiver na frente ele deverá sair primeiro. As mulheres devem saber o seu papel e exercer a preferência. 


5) Se o elevador está lotado e você não alcança os botões pode pedir a quem está mais perto para apertar o botão no andar que deseja ao que irá agradecer em seguida à prestação desta gentileza. Não a tenha por certa ou devida e, portanto desnecessário o agradecimento. Não. Agradecemos sempre todos os favores que nos prestam. Até aqueles pelos quais pagamos ou gratificamos com gorjetas. 


6) Se o elevador estiver lotado evite forçar a sua entrada colocando a viagem em risco por excesso de peso e incomodando as outras pessoas com um ambiente muito apertado. Espere o próximo elevador. 


7) No caso de um elevador lotado, e para dar passagem, primeiro deixamos sair todas as pessoas posicionadas mais à frente. Se não estiver lotado saem primeiro os deficientes, os idosos e em seguida as mulheres. Nessa ordem. Mas se estiver presente uma autoridade como o presidente de sua empresa deixa-se que ele passe primeiro estando aqueles que saíram na frente segurando a porta e aguardando a passagem da autoridade. A pessoa de idade também recebe a deferência de sair primeiro com a espera para passar dos outros. Os verdadeiros cavalheiros também seguram a porta para as mulheres passarem.


8) Não se conversa no elevador e se desligam os celulares nos elevadores. Alguns aparelhos podem interferir no funcionamento de elevadores eletrônicos. Uma conversa deve ser interrompida ao entrar-se no elevador. 


9) Nos elevadores, as poucas palavras que se trocam devem ser faladas em tom muito baixo e só as extremamente necessárias. 


10) Devemos esperar por que todas as pessoas saiam do elevador para só então entrarmos.
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "