05 novembro 2013

Sobre o Vida em Sociedade guardar

O blog Vida em Sociedade é sobre boas maneiras, virtudes e doutrina católica aplicadas à vida cotidiana. 

Se baseia na doutrina católica e no pensamento do santo da vida cotidiana, São Josemaria Escrivá. São Josemaria nos lembrava que a vida corrente é o lugar de fazer todo o bem que podemos, ou seja,  não é preciso esperar por ocasiões especiais para fazer o bem: através do trabalho cotidiano e do que somos podemos fazer muito bem aos demais.

Assim sendo, as boas maneiras podem ser a nossa primeira expressão da caridade na vida cotidiana. As virtudes são necessárias para moldarmos o nosso trabalho profissional e o que somos como pessoas. E a doutrina católica fundamenta tudo isso. 

O blog  Vida em Sociedade apresenta então dicas e lembretes de boas maneiras, etiquetas, virtudes e pontos práticos da doutrina católica para educar, em família, ações concretas e práticas que nos levem a exercer efetivamente a caridade na vida cotidiana.

A autora do blog, Flor Martha S. Ferreira é formada em História e voluntária em várias atividades beneficentes da Igreja Católica. Veja aqui o blog da Flor Martha

Fale conosco: vidaemsociedade1@gmail.com


Siga-nos




Este blog é dedicado a meu querido pai,  já falecido, José Schwab Ferreira, um mestre da doçura no trato com as pessoas. Ainda me lembro do dia em que me deu meu primeiro livro de Boas Maneiras, ainda criança, de Carmem Dávila.

"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "