08 abril 2013

Detalhes de Boas Maneiras à Mesa em Ocasiões mais Formais


Alguns detalhes importantes de boas maneiras à mesa para refeições mais formais.

Mesmo que não queira a sopa, não a recuse. Você pode tomar bem pouco, mas estará acompanhando os demais. O mesmo vale para as outras etapas com o a entrada ou a sobremesa. Isto não vale para o licor final nem para as bebidas fortes.
  1. Quando lhe perguntarem se prefere o prato de carne ou peixe, ou isto ou aquilo, tenha sempre uma resposta, faça sempre sua escolha. Jamais responda "qualquer um" nem faça da sua indiferença ou incapacidade de escolher assunto da mesa, chamando atenção para si. Apenas faça sua escolha.
  2.  Jamais  empurre o prato nem o tire do lugar. Deixe isto para o garçom. Espere até ele fazer isso.
  3.  Se for servida a comida pelo garçom espere até que ele lhe traga a bandeja para você se servir ou que ele o sirva colocando a comida no seu prato. Não “corra” atrás da comida.
  4. Não molhe o pão em molhos.
  5. Não misture comidas, nem faça montinhos, arrumações para caberem no talher. Coma as porções separadas ou juntas, mas não as misture no prato.
  6. Ingira quantidades pequenas de comida.
  7. Nunca pegue o copo de bebida quando ainda estiver segurando o garfo.
  8. Use o guardanapo antes de beber. Use o guardanapo frequentemente antes da comida sólida e também depois de beber. 
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "