27 julho 2017

Chá: 6 Dicas de Boas Maneiras

Em um chá menos formal com grande número de convidados, a anfitriã deverá selecionar duas amigas que tenham maneiras sóbrias e gentis, e boa vontade para colaborar, para que a ajudem a cuidar dos convidados e servi-los junto ao bufê. Não é uma tarefa para adolescentes, mas se tiver filhos nessa idade, poderá pedir-lhes para passar as bandejas de comestíveis, mesmo que haja mesinhas. Isto dá um toque especial de graça ao encontro.

Mas as meninas, ou mesmo os rapazinhos que ajudem, não devem parecer estar a executar uma tarefa além de suas forças. Se há muitos convidados, ou as bandejas são grandes demais, ou a quantidade de mesas a servir dentro da casa, na varanda e no jardim é grande, então será melhor que tenha adultos para servir.


É uma boa ideia escolher amigos que conheçam alguns convidados ou a maioria deles.Isto não impede o convidado de dirigir-se ao bufê para servir a si próprio, mas o que não é aconselhável é ir até a copa ou cozinha buscar o que deseja, ou procurar servir-se na mesa de apoio para o serviço dos empregados.

A primeira xícara de chá, se nos foi servida pela dona da casa, ao terminarmos, não é colocada sobre a mesa mas devolvida à dona da casa, ou para mais chá ou, se não se vai repetir, para que a dona da casa a coloque sobre a mesa.

Da Etiqueta do Chá
  1. Servir o chá com um bonito jogo é parte da festa. Não coloque xícaras amontoadas e pires empilhados, dê preferência a ordenar uma mesa com todas as xícaras com alça para a direita e a colherzinha no pires, à direita.
  2. Se vai servir um grupo de pessoas é melhor um utilizar chá a granel porque o chá de folha solta é mais saboroso. Tenha sempre mais água quente para diluir o chá se for necessário.
  3. Coloque o açúcar e o leite na xícara antes de colocar o chá. O limão se coloca depois de ter-se servido o chá na xícara.
  4. Depois de usar a sua colher para misturar o seu chá, coloque-a no pires. Segure a alça da xícara com o indicador e o polegar. Jamais levante o dedo mínimo no ar.
  5. Nunca mergulhe pão ou biscoitos no chá para comê-los.
  6. Numa casa de chá talvez o garçom não mexa o chá e apenas deixe a colher grande próximo ao bule, então a primeira pessoa que serve o chá mexe o chá do bule para soltar.
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "