30 janeiro 2013

24 Dicas de Boas Maneiras para os Jovens e Adolescentes

Free Shipping + wholesale prices on over 10,000 gadgets at MiniInTheBox! Find all you need here!
  1. Honra e ama o teu próximo como se fosse seu irmão de sangue, porque o é enquanto filho do mesmo Deus.
  2. Não digas nem faças aos outros o que não gostaria que fizessem ou dissessem a você.
  3. Seja respeitoso e delicado, para com todos e não negue a autoridade a quem é devida. Não coloque seus humores, vontades, interesses acima da caridade devida aos demais. Seja especialmente gentil com os fracos e subordinados.
  4. Edifique com o seu bom exemplo todos com quem convive. Não se deixe levar tão fácil pelas modas e pela "galera". Nada de defeitos muito aparentes e frequentes a ponto de você ser conhecido por ele: "porco", "grosso", 'burro", "neurótico', etc.. Conheça e conheça-se.
  5. Se puder prestar algum serviço ao próximo faça- o de bom grado.
  6. Não comente os defeitos alheios, a não ser que grave motivo o exija; mas em tal caso não exageres nunca o que disser e que faça-o com reta intenção.
  7. Não sejas molesto a ninguém. Procure mostrar-se sempre afável e agradável com todos. A boa educação e a caridade cristã mandam suportar os defeitos alheios, perdoar as ofensas e não desgostar a ninguém e isto inclui as pessoas que nos são dependentes ou subordinadas o que seria um abuso de poder. Não chames a ninguém por apelidos, gracejos ou zombarias.
  8. Não ridicularizes os defeitos físicos ou morais de teu próximo, e não os imite. Aqueles que zombam dos defeitos alheios são os que mais defeitos têm.
  9. Não incomode o próximo: Há pessoas cuja convivência se torna terrivelmente pesada pela falta de boas maneiras: falam alto e pisam rumorosamente quando os outros descansam, batem as portas, arrastam camas e cadeiras, deixam sujo tudo o que usam, banheiros, pias, o seu lugar na mesa, etc. Isto é falta de caridade e de educação.
  10. As zombarias e os deboches exasperam as pessoas do nosso convívio. Demonstram maus sentimentos e são causa de desgostos e discórdias. Colabore para que seu lar seja um lugar de paz evitando toda forma de gozação, deboche, etc.
  11. Não aplauda aqueles tolos que, para se mostrarem espirituosos, ofendem ao próximo com ditos picantes e com sarcasmos. Você apenas se torna igualmente desagradável e mostra falta de personalidade.
  12. Não se melindre pelo menor gracejo.
  13. Conserve sua religião e não se afaste do bom caminho nunca. Descubra o que Deus espera de você e encontrará o seu ideal humano e dele o que fazer na vida para ser feliz. Não se preocupe demais com o que é secundário. Saiba ter os verdadeiros valores e virtudes para a vida cotidiana. Evita a soberba que nos torna desprezíveis aos olhos dos homens e odioso perante Deus. A boa educação é a veste da virtude, especialmente da humildade e da caridade. O humilde agrada a todos e é por todos estimado, ao passo que o orgulhoso se torna antipático e pesado; é às vezes temido, mas nunca será querido.
  14. No teu porte e nas tuas palavras, evita a afetação, a falsidade, a adulação o interesse oportunista.
  15. Aos desconhecidos ou forasteiros não faças perguntas indiscretas a respeito e seu nome, da sua condição ou proveniência.
  16. Sê pródigo em demonstrações de afeto, respeito e cortesia. Uma palavra, um gesto de estima pouco ou nada custam, mas valem muito. Foge contudo à adulação, que denota ânimo mesquinho e hipócrita, e tornam suspeitas as suas intenções.
  17. Evita os modos ásperos que usam os pretensiosos. S. Francisco de Sales dizia que "Apanham-se mais moscas com uma gota de mel, do que com um barril de vinagre".
  18. Não se deve porém usar lisonjas e carícias falsas e exageradas porque são próprias dos arrogantes e impostores.
  19. Demasiada familiaridade com os outros indistintamente, é falta de boas maneiras.
  20. Respeito e amor para com todos; intimidade só com aqueles de quem já recebeste provas de grande virtude.
  21. Não dê facilmente conselhos a quem não os pede, a não ser que seja teu subordinado ou parente, ou tenhas para isso graves motivos.
  22. Se receberes algum bom conselho ou fores advertido de algum defeito, deves agradecer sinceramente a quem te aconselha ou avisa. Cabe considerar sempre o que nos dizem e se não for verdade mas motivado por inveja, perdoe e siga seu caminho. Se for um conselho útil não demore em aproveitá-lo.
  23. Ao chegarmos à adolescência já devemos estar bastante acostumados a cuidar do que nos diz respeito: roupas, quarto, compromissos, hábitos de higiene.
  24. Do mesmo modo algumas idéias básicas sobre valores, o que é importante na vida já devem estar solidificadas e aparentes no comportamento e atitudes na vida em sociedade.

Compre o Livro A Confissão 
Impresso   Epub    PDF    Kindle 

Se gostou envie esta postagem para sua rede social.
Nos Adicione nos seus Círculos do Google+
     
98357_Aramark 15% off Banner - 728x90
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "