23 dezembro 2012

50 Exemplos de Boa Educação da Mãe Cristã

O bom exemplo da mãe naturalmente educa a filha, ou seja, não é só explicando oportunamente que educamos nossos filhos. A boa mãe dá exemplo de:

  1. Boa Conduta pessoal e em sociedade
  2. Igualdade de disposição 
  3. Bom-senso
  4. Modéstia 
  5. Prudência 
  6. Doçura 
  7. Firmeza 
  8. Boa maneira de conversar
  9. Graça sem esbanjamento 
  10. Cuidado com as palavras 
  11. Omissão de si própria, discrição.  
  12. Consideração para com os outros 

Perante os Próprios Defeitos

  1. Humildade e sincera confissão 
  2. Dor profunda sem abatimento 
  3. Piedade Religiosa
  4. Pureza de Coração, 
  5. Pureza de Intenção, 
  6. Desprendimento dos gostos sensíveis. 
  7. Fé Viva, 
  8. Prática Fervorosa. 

Na Relação com Deus

  1. Confiança Filial, 
  2. Estudo Amoroso de Suas vontades, 
  3. Atenção Pacífica de Seus Momentos, 
  4. Obediência pronta e sem reservas às Suas inspirações. 

Com o próximo

  1. Cordialidade 
  2. Atenção
  3. Solidariedade
  4. Complacência sem exagero. 
  5. Deferência sem lisonja. 

Para consigo mesmo

  1. Modéstia Severa 
  2. Humildade Sincera 
  3. Mortificação sem Alarde 
  4. Paciência ante as Provações. 
  5. Rápida e sábia desconfiança de suas idéias quando elas lhe tiram do bom caminho. 
  6. Ignorância feliz de seus méritos. 
  7. Santo uso de seus talentos. 
  8. Fidelidade para banir toda a espécie de dúvida inútil ou fantasiosa.
  9. Fidelidade para estudar, trabalhar, acompanhar, criar, atender, sem exigir constantes consolações muitas vezes obtidas a custa de chantagens emocionais e reclamações.
  10. Vigilância sobre todos seus atos. 
  11. Vitória sobre suas aversões infundadas.
  12. Tranqüilo retorno ao bom senso dos desvios provocados pela imaginação ressentida, preocupada ou simplesmente fantasiosa.
  13. Fortaleza em suas ações práticas na vida cotidiana para bem executá-las. E fortaleza para conduzir a mente pelo que custa emocionalmente como desprezo de seus fantasmas, afastamento da tristeza, que é sempre alidada do "inimigo", dos ressentimentos, das "broncas", invejas e outras tentações.

Para com seu corpo

  1. Cuidadosa moderação no consumo de tudo que possa fazer mal ao seu corpo, como bebidas, drogas, excesso de comida. 
  2. Cuidadosa moderação também na vestimenta, no exagero de considerar o corpo mais do que a alma, mais do que o que se é como pessoa.
  3. Rigor discreto, que não quer dizer bitolação ou estreiteza de espírito.
  4. Sobriedade em tudo, o que não quer dizer mau gosto ou pobreza.

"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "