21 junho 2012

Boas Maneiras e 10 Segredinhos para o Sucesso das nossas Festas


Boas Maneiras
Minha Primeira Festa de Aniversário
  1. Intercale sempre que possível um homem e uma mulher. 
  2. À direita de quem convida vai o convidado ou convidada de honra - sempre seguindo o conceito de intercalar homens e mulheres; 
  3. Quando não há convidado de honra, senta-se à direita do anfitrião a senhora mais idosa presente. E, no caso de anfitriã, o senhor mais velho; 
  4. Em refeições com mais de 6 ou 8 pessoas é interessante que os donos da casa - ou representantes da empresa que convida - sentem-se no centro da mesa retangular, um em frente ao outro, para distribuir melhor a conversa; 
  5. Marido e mulher devem sentar-se longe um do outro. É uma convenção que demonstra boa vontade para conhecer outras pessoas; 
  6. Nem todos os convidados devem ser casais. No entanto, o mesmo número de homens e mulheres equilibra os assuntos, além de ser mais estimulante do que um bando de marmanjos ou uma porção de mulheres juntas.
  7. É um mal negócio tentar organizar a mesa por simplesmente juntar pessoas da mesma profissão. 
  8. Convidar apenas pessoas da mesma profissão ou interesses é um falso conceito de harmonia social - ela pode, rapidamente se transformar em tédio. Assim, não tenha medo de incluir pessoas “diferentes” ou de outras profissões: todo mundo gosta de variar o assunto e ouvir outros pontos de vista; 
  9. Não há o menor problema em misturar família com amigos. Evite no entanto assuntos estritamente familiares ou fofocas que interessam apenas a vocês durante a conversa. A mesma coisa ou até pior, é ficar horas falando da empresa ou de trabalho, enquanto alguém fica totalmente “fora” da conversa; 
  10. Em almoços profissionais, quem define quem senta é o profissional superior da empresa que convida. Senta-se à direita de quem convida o convidado mais importante na hierarquia da empresa, independente de ser homem ou mulher. A sua esquerda senta-se o segundo na hierarquia da empresa convidada. Se for um grupo com cargos equivalentes respeita-se o conceito de intercalar homens e mulheres.
Se gostou envie esta postagem para sua rede social.
"Boa parte da nossa vida está composta de pequenos encontros com pessoas que vemos no elevador, na fila do ônibus, na sala de espera do médico, no meio do trânsito da cidade grande ou na única farmácia da cidadezinha onde vivemos... e ainda que sejam momentos esporádicos e fugazes, são muitos por dia e incontáveis ao longo de uma vida. Para um cristão, são importantes, porque são ocasiões que Deus lhe dá para rezar por essas pessoas e mostrar-lhes o seu apreço, tal como deve suceder entre os que são filhos de um mesmo Pai. Fazemos isso normalmente através desses pormenores de educação e de cortesia que temos habitualmente com qualquer pessoa, e que se transformam facilmente em veículos da virtude sobrenatural da caridade." Fernández-Carvajal, Coleção Falar com Deus" volume 3,Tempo Comum(1) Semanas I a XII, pag. 33. "