Boas Maneiras para a Vida em Sociedade

Porque as boas maneiras são a primeira expressão da caridade. Seção sobre boas maneiras do blog VIDA EM SOCIEDADE: Boas Maneiras, Virtudes e Doutrina Católica para a Educação em Família. Brasil - Ano VIII - 2014.

Total Pageviews

Boas Maneiras com os Pais



Na vida cotidiana, as boas maneiras são uma maneira simples e muito concreta de expressar o nosso amor e respeito pelos pais.

Esse amor filial implica em ouvir e obedecer aos pais e, quando for preciso expressar uma opinião contrária ao que nos solicitam, não fazer isto de modo ríspido ou grosseiro, mas antes com carinho e certos de que nossos pais querem o nosso bem e portanto, mesmo que estejam "errados", desatualizados, ou mal informados, devemos conversar com eles com todo respeito e aceitando que também nós podemos estar errados. É inadmissível a grosseria ao responder aos pais.

Evite expressões rudes como "Não quero". Antes explique-lhes o que precisa. Jamais responda com malcriação ou batendo neles. Use sempre de modos amáveis e delicados com seus pais. Use sempre expressões de boas maneiras como: " - Se a Senhora deseja, mamãe; se me dá licença, etc". Não se dirija a eles só para obter algum favor, serviço, dinheiro, etc. Seja amigo de seus pais.

Jamais mostre-se inoportunos e exigentes nos seus pedidos aos pais. Procure compreender a negativa recebida evitando desenvolver ressentimentos muito raivosos ou negativos que levam aos complexos e que muitas vezes derivam de um egoísmo mal controlado do que repressão exagerada dos pais.

Evite tudo que possa desgostar aos seus pais e não tenha medo de fazer tudo de bom que puder para ele e para você porque seus pais serão os primeiros que se alegrarão com as suas pequenas vitórias e conquistas. Por isso não confunda a submissão até o ponto da anulação com o respeito devido aos pais.

Na vida cotidiana evite perturbá-los com barulhos, algazarras, exigências na comida, demora no cumprimento de suas obrigações como acordar, tomar banho, deixar de cumprir suas tarefas em casa sobrecarregando, por exemplo, sua mãe para ficar no vídeo game ou aumentando gratuita e abusivamente o serviço dela ou da empregada distribuindo jornais e roupas pela casa, ou negando-se a arrumar própria cama, custando a fazer o que lhe compete naturalmente como tomar banho, etc. Evite tudo que possa desagradar aos seus pais e não tenha nada no seu currículo que o desabone.

Jamais fale mal de seus pais, nem lhes tenha vergonha por serem pobres ou ter poucos estudos ou alguma deficiência. Não se fala mal da própria família com os amigos como "assunto social", nem mesmo pequenas reclamações momentâneas. Evite toda expressão dedesprezo ou injúria, toda palavra arrogante.